Como melhorar a falta de concentração no trabalho e na vida

Vivemos num mundo repleto de informações que nos bombardeiam a todo momento. Você já deve ter se pegado resolvendo tantas coisas ao mesmo tempo que acabou esquecendo de algo importante. Essa falta de concentração pode ser originada pelos transtornos mentais mais comuns (depressão, transtorno de ansiedade, síndrome do pânico e estresse pós-traumático), que atingem mais de 20 milhões de brasileiros, ou ainda simplesmente pela falta de disciplina e rotina.

 

Existem diversas técnicas que ensinam como melhorar a falta de concentração no dia a dia. É claro que elas auxiliam, mas em caso de uma saúde mental debilitada, é preciso procurar auxílio de profissionais da saúde capazes de providenciar soluções verdadeiras.

 

A falta de concentração afeta profundamente a produtividade, já que faz com que tenhamos que retomar pontos que já lemos/escutamos, para relembrar e pegar o fio da meada. Hoje é muito comum que as pessoas trabalhem e estudem no sistema multitasking, ou seja, realizando tarefas múltiplas ao mesmo tempo. Por mais que pareça produtivo, isso na verdade piora a concentração e o rendimento. 

 

Acompanhe, abaixo, TANTAS dicas que irão te ajudar com a falta de concentração e te deixarão mais produtivo(a)!

 

 

1- Divida os dias e as atividades

 

Comece o dia fazendo uma lista de atividades que devem ser desempenhadas ao longo da sua jornada. Deixe essa lista em um local de fácil acesso para que você possa visualizá-la sempre que necessário.

 

Nossa concentração não dura mais do que uma hora. Por isso, é importante dar um “respiro” para o cérebro depois desse período de tempo focado numa atividade. Quando finalizados os 60 minutos, faça um intervalo de 5 a 10 minutos indo ao banheiro, fazendo um café ou até mexendo nas redes sociais.

 

Dica bônus: técnica pomodoro

 

Existe uma técnica que auxilia muito no rendimento de quem precisa de uma recompensa de tempo mais imediata, a técnica pomodoro. Com ela, é possível melhorar a gestão do tempo e tornar-se mais eficiente. 

Para começar, tenha uma lista de tarefas. Então, coloque um timer de 25 minutos e trabalhe em quantas tarefas conseguir (uma de cada vez). Passado o tempo, faça um check nas tarefas concluídas e/ou anote o status de seu trabalho (60% concluído, por exemplo).

Na sequência, tire um intervalo de 5 minutos. Depois de repetir esse processo 4 vezes, tire mais tempo de descanso, entre 15 a 30 minutos. 

 

Com a técnica pomodoro é possível compreender quanto tempo leva para realizar cada tipo de tarefa, o que ocasiona suas distrações e quais são as principais interrupções no seu trabalho.

 

 

2- Treine seu cérebro com mindfulness

 

Mindfulness ou atenção plena pode aumentar a facilidade para você se concentrar. As técnicas dessa vertente ajudam a entender quando nos desconcentramos e como podemos redirecionar nossa atenção. 

 

A frequência com que você treina a atenção plena incentiva a neuroplasticidade (adaptação do cérebro a uma realidade) e aumenta o foco. É possível denominar o mindfulness como uma meditação para concentração.

 

Comece relaxado prestando atenção no seu corpo. Assim que a mente comece a divagar, tente retornar o foco para os seus membros e sentidos. Treine por pequenos períodos de tempo até conseguir aumentar a concentração e estender o treinamento.

 

 

3- Ouça música 

 

Ficar com fones de ouvido pode te ajudar muito com a falta de concentração. Além de reduzir o ruído ambiente, como conversas e barulho de obra, por exemplo, ouvir música para concentração traz bem-estar.

 

Você pode optar por fazer uma playlist com músicas que já conhece, ou então, escutar ondas alfa que são ótimas para o foco do cérebro. 

 

 

4- Organize seu ambiente de trabalho

 

A bagunça no ambiente externo ajuda a provocar a falta de concentração, pois o sistema nervoso tende a se espelhar. Mantenha sua mesa/escritório limpo(a) e organizado(a). Além disso, lembre-se de desligar notificações, televisão e qualquer outro estímulo que possa te desconcentrar. 

 

É importante também ter uma cadeira e mesa de trabalho propícias para serem utilizadas por horas. Invista em ergonomia e saúde. 

 

 

5- Cuide de você

 

A sua saúde e disposição física influenciam muito no seu desempenho mental. Não consumir álcool excessivamente, ter horários regulares de sono e praticar atividades físicas ajudam muito a melhorar a disposição e a falta de concentração. 

 

Ter uma alimentação saudável é primordial para que o cérebro receba os nutrientes necessários para raciocinar com rapidez e concentração.

 

Lembre-se: apesar de não sermos máquinas, também precisamos de uma manutenção bem feita diariamente para continuarmos operando!

 

Gostou desse conteúdo? Não deixe de acompanhar nossas novidades duas vezes por semana no blog!

 



Mais conteúdos para você:

Como criar um site de vendas

 

Empreenda em 2021 em 7 passos

×

Olá!

Precisando de ajuda com o Vendizap? É só clicar abaixo para falar com o Suporte.

× Ajuda